Carregando..
Coren-MG

Coren-MG

Sede: Rua da Bahia, 916, Centro - Belo Horizonte - MG - CEP 30.160-011

Telefone: (31) 3238-7500
0800-006-3023 - Somente de telefone fixo

Email: registro@corenmg.gov.br

Atendimento: Segunda a Sexta, de 07:00 h às 18:00 h , por meio de agendamento


Notícias

28 de junho – Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+


A data tem como principal objetivo conscientizar a população sobre a necessidade de combater o preconceito contra a comunidade LGBTQIA+ – que é formada por gays, lésbicas, bissexuais, transexuais, queer, pessoas intersexo e assexuais –, e construir uma sociedade igualitária, independente de gênero e orientação sexual. (Saiba mais sobre o significado da sigla em bit.ly/orientandolgbtqia)
 
Atualmente, o que mais choca as pessoas que acreditam que o respeito deve permear todas as relações são os casos de violência contra as pessoas LGBTQIA+. Trata-se de algo inexplicável, uma vez que ninguém tem direito sobre a vida do outro e todos somos iguais perante a lei e de acordo com todas religiões, para quem possui alguma crença.
 
Um dos crimes bárbaros mais recentes ocorreu em Belo Horizonte, no dia 22 de fevereiro, e por pouco não tirou a vida da paraense Cibelly Pâmela, de 29 anos. Espancada na rua durante o Carnaval, ela sofreu afundamento de crânio e ficou paraplégica. O caso mobilizou as redes sociais, fazendo com que muitos contribuíssem para uma vaquinha que arrecadou dinheiro para que Cibelly voltasse para Belém (PA) e pudesse custear seu tratamento.
 
Origem da data – O Dia do Orgulho LGBTQIA+ faz referência à rebelião de Stonewall Inn, ocorrida no bar de mesmo nome, localizado em Nova Iorque. O ato foi uma reação contra uma série de invasões da polícia local aos bares frequentados por homossexuais, que eram presos e sofriam represálias por parte das autoridades.
 
A partir deste acontecimento, foram organizados vários protestos em favor dos direitos dos homossexuais por inúmeras cidades norte-americanas.
 
É o Coren-MG contra toda forma de preconceito. Porque as vidas LGBTQIA+ também importam.
 
#lgbtqia #orgulholgbtq #CorenMG #Enfermagem