Carregando..

Notícias

Ato pela valorização da Enfermagem


No ultimo domingo (17), o Dia Nacional de Luta pela Valorização da Enfermagem foi marcado pela realização, às 18h, de um ato em Belo Horizonte, Montes Claros e Teófilo Otoni. Iniciativa do Coren-MG e do Sindicato dos Enfermeiros do Estado de Minas Gerais (SEEMG), a ação teve por objetivo lembrar os profissionais mortos pela Covid-19 e reivindicar melhores condições de trabalho para a categoria.

Na capital, o ato foi realizado na Avenida Alfredo Balena, nas escadarias da Escola Estadual Pedro II, que fica em frente ao Hospital de Pronto Socorro João XXIII, e contou com a participação dos conselheiros Érico Barbosa Pereira, Iranice dos Santos, Christiane Mendes Viana e do presidente do SEEMG, Anderson Rodrigues.

No local, foram acesas 116 velas para lembrar os profissionais de enfermagem que perderam a vida no combate ao coronavírus. Também foram colocadas faixas pedindo a aprovação do projeto de lei que regulamenta a jornada de enfermeiros, técnicos e auxiliares em 30 horas semanais, além da reivindicação de piso salarial digno para a categoria.

O primeiro-secretário do Coren-MG, enfermeiro Érico Barbosa, destacou que o ato teve, ainda, o propósito de chamar a atenção para a necessidade de disponibilização, aos profissionais, de equipamentos de proteção individual – que estão em falta ou sendo racionados – e alertar a população para a importância do isolamento social para combater a Covid-19.

Em Montes Claros, o ato foi realizado em frente à Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida e contou com a participação dos conselheiros Ernandes Rodrigues Moraes e Cláudio Santos e dos diretores do SEEMG Carolina Reis e Mardem Costa Lopes.

Na cidade de Teófilo Otoni, a ação aconteceu em frente à Catedral Imaculada Conceição e foi acompanhado pela enfermeira fiscal do Coren-MG, Najla Celestino Soares Mombelli, pela diretora do SEEMG, Priscila Ribeiro, além das profissionais de enfermagem Edileia Martins Ferreira Barbosa, Reginalda Luciane Gomes, Edeniana Borges Sena, Paula do Carmo Rodrigues, Vânia Pereira Lopes Borges e Rita Maria Esteves.