Publicador de Conteúdos e Mídias

angle-left Jaleco pode colocar saúde do paciente em risco

Pesquisas apontam que uso da peça fora das instituições de saúde pode estar associado a infecções hospitalares

Data da publicação: 13/02/2020

O jaleco branco é um símbolo de grande importância para os profissionais de saúde. Considerado um equipamento de proteção individual (EPI), a peça é para uso exclusivo dentro das unidades de saúde e tem como uma de duas funções reduzir a transmissão de micro-organismo. No entanto, não é raro observar seu uso fora do ambiente de trabalho.

Usar o jaleco fora de hospitais pode representar perigo ao paciente porque a peça pode estar contaminada com diversos tipos de bactérias nocivas associadas a infecções hospitalares, ocasionando, inclusive, a sepse, como apontou estudo publicado no periódico Infection Control and Hospital Epidemiology, da Universidade de Cambridge, no Reino Unido.

No Brasil, pesquisa desenvolvida para dissertação de mestrado da Escola de Enfermagem da UFMG por Marlene das Dores Medeiros Silva abordou a Caracterização Epidemiológica dos Microrganismos. O estudo constatou que no jaleco há bactérias nocivas, as quais podem causar doenças. Os locais com mais bactérias são o bolso, onde o risco de contaminação é de 51%, e na região do abdômen, 43%.

Em Minas Gerais, a Lei 21.450/2014, conhecida como “Lei do jaleco”, altera o Código de Saúde do estado (Lei 13.317, de 1999) e prevê punições aos estabelecimentos de saúde em caso de descumprimento. Conforme a legislação, os estabelecimentos de saúde devem “zelar pelo uso adequado das vestimentas de biossegurança e dos equipamentos de proteção individual e não permitir que os funcionários deixem o local de trabalho utilizando-os”.

A Norma Regulamentadora (NR) 32, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que trata da segurança e saúde no trabalho em serviços de saúde, também aborda o tema. A NR estabelece que "os trabalhadores não devem deixar o local de trabalho com os equipamentos de proteção individual e as vestimentas utilizadas em suas atividades laborais".