Publicador de Conteúdos e Mídias

NOTA DE REPÚDIO

O Conselho Regional de Enfermagem de Minas Gerais (Coren-MG) vem a público manifestar seu repúdio às publicações extremamente ofensivas do Sr. Cassius Frigulha, médico da cidade de Toledo (PR), CRM 25.325, e de Ariane Arruda de Moura, estudante de Medicina da Universidade Federal Fluminense (UFF), no Rio de Janeiro. Ambos publicaram em seu perfil pessoal no Facebook mensagens agressivas e preconceituosas, na tentativa de desqualificar a Enfermagem, área essencial para a saúde em todo mundo e que se caracteriza pela arte do cuidado.

 

Compromissados com a coletividade e com a saúde do ser humano, os profissionais da área da Enfermagem participam com dignidade, competência, responsabilidade e humanidade no processo de cuidar. Para isso, estudam, baseando seu conhecimento em princípios científicos consolidados mundialmente ao longo de séculos, atuando na proteção e promoção da saúde, prevenção, tratamento e recuperação de agravos. Todo esse trabalho é executado sob princípios éticos e legais, tendo sua atividade regulamentada pela lei do exercício profissional (Lei 7.498/86), regulamentada pelo Decreto 94.406/87.

 

Para a efetividade do trabalho em saúde, é essencial o diálogo, já que a multidisciplinaridade exige o envolvimento, além de profissionais de enfermagem, de médicos, fisioterapeutas, farmacêuticos, nutricionistas, psicólogos, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, dentre outros, cada um com suas competências. Por isso, as publicações do médico e da estudante, além de ofender a honra da maior categoria profissional da saúde do Brasil, com mais de 2 milhões de pessoas, demonstra a incapacidade de atuar em equipe, comprometendo o processo de trabalho em saúde.